terça-feira, 28 de julho de 2009

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Tratamento Homeopático da Infertilidade

O tratamento Homeopático é um método alternativo, com bastante sucesso no tratamento de pessoas com problemas de infertilidade quer seja masculina, feminina ou mesmo do casal.
Considero que a infertilidade é um problema do casal e não só de um dos membros. Por isso, quando alguém me procura e pede ajuda para a resolução de uma situação de infertilidade, faço questão em falar com o casal em conjunto e individualmente, quer o diagnóstico que tragam seja de infertilidade masculina ou feminina.
A Homeopatia considera o ser humano como um TODO, que se manifesta em três níveis, mental, emocional e físico, que estão intrinsecamente ligados, sendo as manifestações físicas, ou sejam os sintomas, o resultado do desequilíbrio dos outros níveis. Assim, só depois de uma anamenése pormenorizada e individualizada de cada pessoa, como um TODO, o homeopata pode escolher o medicamento que mais semelhança tenha com a pessoa, o “similibus”, promovendo desta maneira o reequilíbrio da saúde na globalidade, para que todos os órgãos e funções do organismo trabalhem em harmonia. A saúde reprodutiva faz parte deste “pacote” de órgãos e funções que só funcionam bem quando há harmonia.
Nas últimas décadas tem aumentado muito o número de casais com problemas de fertilidade. Actualmente estima-se que cerca de um em cada quatro casais tem problemas de fertilidade.
As mulheres sofrem de menstruações irregulares muitas vezes com patologias associadas, nos homens, os problemas com o sémen, que vão desde a qualidade e quantidade, os problemas com os espermatozóides, que podem ser vários, aumentaram significativamente.
Dos casais que procuram ajuda para a concepção, cerca de 30% sofrem de infertilidade “inexplicada” (tudo está bem, fisicamente, para a procriação mas ela não acontece).
Dos restantes, muitos recorrem a tratamentos da medicina convencional com substâncias, que além dos efeitos secundários que provocam, deixam muitas vezes sequelas para toda a vida.
Os exames incómodos e dolorosos são processos pelos quais, quem deseja ter um filho, tem que passar, para se submeter aos variados processos de reprodução assistida.
Reconheço, no entanto, que há situações de graves problemas de estrutura, onde a reprodução assistida é a única hipótese de alguns casais conseguirem ter um filho, mas também nestas situações a homeopatia pode ter um papel importante e dar uma ajuda valiosa para que o resultado final da intervenção seja positivo.
Ao contrário dos tratamentos da medicina convencional, o tratamento homeopático tem a vantagem de ser um tratamento simples, muito fácil de fazer, barato, sem efeitos secundários e com resultados positivos, quer a causa da infertilidade seja masculina, feminina ou do casal.
Os ciclos menstruais irregulares, o desequilíbrio hormonal quando não há ovulação, são obstáculos à fertilidade que a homeopatia resolve com sucesso. A preparação do útero para receber o óvulo fertilizado e promover a sua fixação, a melhoria do muco cervical que facilita a caminhada dos espermatozóides e a melhoria da mucosa uterina para favorecer a nidação, são situações onde os benefícios do tratamento homeopático também são bastante evidentes.
As causas externas como o estilo de vida, tipo de alimentação, consumo habitual de bebidas alcoólicas, tipo de bebidas consumidas, fumo, exposição diária a substâncias tóxicas, a poluição por metais tóxicos, pesticidas e aditivos alimentares para conservação de alimentos, são factores, entre muitos outros, que afectam a capacidade reprodutiva do homem. São factores externos, a que chamamos “causas mórbidas”, que devem ser evitados e os comportamentos corrigidos para que o equilíbrio possa ser atingido.
É na promoção do equilíbrio da saúde, desde o mental, emocional que se reflecte no físico, que o remédio homeopático actua, com resultados excelentes na resolução de muitas situações de infertilidade.
Muitos pacientes perguntam “quanto tempo vai demorar o tratamento?”, a isso eu não sei responder. Tanto pode demorar três meses como um ano, ou mesmo mais, tudo depende da situação, de cada pessoa, da cronicidade do problema, dos tratamentos químicos feitos anteriormente e da profundidade do tratamento necessário. Tal como nas outras medicinas, também em homeopatia não há certezas absolutas.
Todos sabemos que a fertilidade do homem e da mulher é um processo complexo e muito delicado. Quando se opta por um tratamento alternativo, nomeadamente o homeopático, o tratamento deve ser prescrito e orientado por um Homeopata profissional, com formação homeopática de base, que saiba prescrever respeitando a Filosofia Homeopática e de acordo com e as Leis da Homeopatia.